01-03-2010 - cópia - cópia

of 12 /12
Fundado em 25 de janeiro de 2010 Vale do Aço, segunda-feira, 1º de março de 2010 Ano I, número 4 R$ 0,70 Tigre se mantém no topo Noite dos matadores Atlético e América contaram com a inspiração de seus artilheiros nas parti- das deste domingo do Campeonato Mi- neiro. Depois de ser a estrela na golea- da sobre o Juventus, por 7 a 0, no Acre, pela Copa do Brasil, Obina voltou a co- mandar o Galo com outra atuação im- pecável. O centroavante fez três gols na vitória alvinegra por 5 a 2, no Parque do Sabiá. Muriqui e Carlos Alberto tam- bém marcaram para o Galo, enquanto Marcelo Régis e Paulo Roberto descon- taram. O resultado foi importante, pois representou a recuperação do Atlético, que vinha de derrota para o Cruzeiro no Estadual. Já no América, o nome na go- leada por 4 a 0 sobre a Caldense, no Mi- neirão, atende por Fábio Júnior. O ata- cante americano foi o autor de dois gols. Com o triunfo, o Coelho ganhou uma nova esperança de dias melhores no es- tadual, depois de quatro rodadas sem vencer. PÁGINAS 07 E 08 Copa Vale do Aço de Kart abre o calendário da velocidade A primeira etapa da Copa Vale do Aço de Kart realiza- da neste domingo, no Kar- tódromo Emerson Fittipaldi, em Ipatinga, abriu oficial- mente a temporada 2010 da velocidade. Os destaques na abertura ficaram para o pilo- to de Nova Era, Rian Perei- ra, vencedor da categoria Ca- dete, o ipatinguense Victor Louzada, segundo colocado na primeira bateria e vence- dor na segunda, na categoria F-400 e o timotense Arthur Azevedo ganhador na S-400. A competição é dividida em oito etapas. A próxima está agendada para o dia 27 deste mês. PÁGINA 11 O piloto Rian Pereira venceu a primeira etapa na categoria Cadete Victor Louzada levou a melhor na F-400 PÁG. 3 Obina fez três gols na vitória alvinegra por 5 a 2, no Parque do Sabiá; Fábio Júnior contribuiu com dois na goleada por 4 a 0 do América sobre a Caldense, no Mineirão OTempo OTempo

Upload: jornal-diario-popular

Post on 22-Mar-2016

238 views

Category:

Documents


0 download

DESCRIPTION

Obina fez três gols na vitória alvinegra por 5 a 2, no Parque do Sabiá; Fábio Júnior contribuiu com dois na goleada por 4 a 0 do América sobre a Caldense, no Mineirão Fundado em 25 de janeiro de 2010 Victor Louzada levou a melhor na F-400 Vale do Aço, segunda-feira, 1º de março de 2010 – Ano I, número 4 – R$ 0,70 PÁG. 3 OTempo OTempo

TRANSCRIPT

Page 1: 01-03-2010 - Cópia - Cópia

Fundado em 25 de janeiro de 2010 Vale do Aço, segunda-feira, 1º de março de 2010 – Ano I, número 4 – R$ 0,70

Tigre se mantémno topo

Noite dosmatadores

Atlético e América contaram com a inspiração de seus artilheiros nas parti-das deste domingo do Campeonato Mi-neiro. Depois de ser a estrela na golea-da sobre o Juventus, por 7 a 0, no Acre, pela Copa do Brasil, Obina voltou a co-mandar o Galo com outra atuação im-pecável. O centroavante fez três gols na vitória alvinegra por 5 a 2, no Parque do Sabiá. Muriqui e Carlos Alberto tam-bém marcaram para o Galo, enquanto Marcelo Régis e Paulo Roberto descon-taram. O resultado foi importante, pois representou a recuperação do Atlético, que vinha de derrota para o Cruzeiro no Estadual. Já no América, o nome na go-leada por 4 a 0 sobre a Caldense, no Mi-neirão, atende por Fábio Júnior. O ata-cante americano foi o autor de dois gols. Com o triunfo, o Coelho ganhou uma nova esperança de dias melhores no es-tadual, depois de quatro rodadas sem vencer. PÁGINAS 07 E 08

Copa Vale do Aço de Kart abre o calendário da velocidade

A primeira etapa da Copa Vale do Aço de Kart realiza-da neste domingo, no Kar-tódromo Emerson Fittipaldi, em Ipatinga, abriu oficial-mente a temporada 2010 da velocidade. Os destaques na abertura ficaram para o pilo-to de Nova Era, Rian Perei-ra, vencedor da categoria Ca-

dete, o ipatinguense Victor Louzada, segundo colocado na primeira bateria e vence-dor na segunda, na categoria F-400 e o timotense Arthur Azevedo ganhador na S-400. A competição é dividida em oito etapas. A próxima está agendada para o dia 27 deste mês. PÁGINA 11

O piloto Rian Pereira venceu a primeira etapa na categoria Cadete

Victor Louzada levou a melhor na F-400

PÁG. 3

Obina fez três gols na vitória alvinegra por 5 a 2, no Parque do Sabiá; Fábio Júnior contribuiu com dois na goleada por 4 a 0 do América sobre a Caldense, no Mineirão

OTempo

OTempo

Page 2: 01-03-2010 - Cópia - Cópia

Vale do Aço, segunda-feira, 1º de março de 20102 -

dIRETOR RESPONSÁVELFernando Benedito Jr.

JORNALISTA RESPONSÁVELAnna Sylvia Rodrigues e Silva(MG 12319 JP)

EdITORTim SoaresO jornal Olé é uma publicação da A Gazeta Metropolitana Editora e Gráfica LTDA.CNPJ 07.366.171/0001-88

FALE CONOSCOTelefone: [email protected] ou [email protected]

AdMINISTRAçãO E REdAçãOAvenida JK, 1290, bairro Jardim Panorama, CEP 35.164-245.

OFICINARua Anápolis, 55, Veneza II, Ipatinga.

ExpEdiEntE

EDITORIAL

Orly Berger e Netinho

De vento em polpa

O Ipatinga fica mais uma semana na liderança do Campeonato Mineiro graças a vitória magra so-bre o América de Teófilo Otoni, no duelo deste final de semana, no Mineirão, pela sétima rodada. O de-sempenho não foi o mesmo apresentado na goleada so-bre o Democrata de Gover-nador Valadares, porém, o triunfo permitiu ao time do Vale do Aço somar mais três pontos na briga para garantir um lugar na fase mata-mata do Campeonato Mineiro, de preferência en-tre os quatro primeiros.

A missão do Tigre de permanecer na dianteira não será das mais fáceis nas duas próximas roda-das, quando os comanda-dos de Gilson Kleina, te-rão pela frente o Uberaba e o Ituiutaba, ambos os jogos acontecendo no Triângu-lo Mineiro. Afinal, o Zebu se encontra na parte inter-mediaria da tabela e ainda

busca os pontos necessá-rios para se garantir entre os oito times que passam de fase.

Já o Ituiuituba, que em outros tempos amedronta-va os adversários que o vi-sitavam na Fazendinha, se encontra em situação de-sesperadora. O Boa ocupa a lanterna do estadual com apenas um ponto e se não começar a vencer já, o Mó-dulo II será uma realidade em 2011.

A dificuldade em vencer o ‘esforçado’ América-TO certamente servirá de lição e não permitirá que os jo-gadores ipatinguenses en-trem em campo nesses dois jogos, achando que os três pontos é fato consumado. Na entrevista coletiva após o jogo de sábado, o técnico Gilson Kleina frisou isso. Claro que é importante ter auto-estima. Mas é preciso não deixar que o adversá-rio veja isso por uma outra ótica.

Belo Horizonte recebe competição de Vale Tudo

O dia 13 vai se tornar um marco para um dos esportes que mais crescem no mun-do, o MMA, sigla de Mi-xed Martial Arts, que sucede o Ultimate Fighting Cham-pionship (UFC) e o vale-tu-do. Este ano vai ser disputado o primeiro Circuito Brasilei-ro e Belo Horizonte foi es-colhida para sediar o evento, com um desafio Minas x Rio, no Chevrolet Hall.

O evento terá sete lutas, além de dois combates in-ternacionais. O primeiro de-les reunirá o mineiro Cris-tiano Lazarini, o Tite, e o norte-americano Ricco Wa-shington. No outro, Erick Vanderlei lutará contra outro norte-americano, Kyle Da-vis.

Já existem competições no Rio e em São Paulo. Em Belo Horizonte, foi criada a equipe Fórmula Academia,

que tem como destaques Jo-aquim Mamute, César Au-gusto Godinho e Maurício Facção. A expectativa do or-ganizador do evento, Otávio Duarte, o Tatá, é que a moda-lidade pegue no Brasil como aconteceu nos Estados Uni-dos e no restante do mundo.

Belo Horizonte será o ponto de partida e na sequ-ência haverá etapas em Goi-ânia e Curitiba. Um dos mo-tivos que pesaram na escolha da cidade para abrir o cir-cuito foi o crescimento dos atletas locais, com destaque para Cristiano Tite, ganha-dor da seletiva para a com-petição de estreia no mundo árabe, em Abu Dhabi. Joa-quim Mamute vem se des-tacando internacionalmente, a ponto de ter hoje um con-trato de exclusividade com patrocinadores dos Estados Unidos.

CAMPEONATO IPATINGUENSECATEGORIA MASTER RESULTADOS DA 1ª

RODADA Forquilha 1 x 0 São FranciscoHolanda 2 x 0 JabaquaraIndustrial BR 1 x 1 IdealLondrina 2 x 2 SenegalVeneziano 2 x 2 Vila CelesteParaiso 2 x 1 Rio BrancoJuventus 1 x 0 ItamaratyTiradentes 0 x 2 EsperançaPanorama 1 x 0 Vila newsBugre 1 x 0 Beira RioNovo Cruzeiro 2 x 5 MesquitaIpaba w x 0 Flamengo

Amistoso 5 Estrêla 2 x 2 Esperança/bole Gole F.C.

Cristiano Tite será um dos destaques da cena local

SOCIAL F.C. DECADA DE 70Em pé: Furneca, Mauro, Fininho, Ze Mario, Calica, Marcelo Albeny, Marcelino (tecnico)

Agachados: Cirilo, Flavio, Nôda, Jarbinha, e Robertinho

Page 3: 01-03-2010 - Cópia - Cópia

Vale do Aço, segunda-feira, 1º de março de 20103 -

Ipatinga volta a reinar no Mineirão

FICHA TÉCNICAIpATINgA 1 x 0 AmÉrICA-TO

EscalaçãoDouglas; Patrick (Leander-son/Intervalo), Sílvio e Thia-go Matias; Luizinho, Jaíl-ton, Max Carrasco, Reina (Francismar/39min/2ºT) e Ma-rinho Donizete; Amílton (Dani-lo Dias/20min/2ºT) e Alessan-dro. Técnico: Gilson Kleina.

Cristiano; Jadson, Eraldo, Rodri-go Sena e Julio Cesar (Willison); Araujo, Osvaldir, Dênis e Diego Palhinha (Ernane/17min/2ºT); Miller e Estefan (Bruno Maranhão/20min/2ºT). Técni-co: Gilmar Estevão.

GolThiago Matias (27min/2ºT)

Cartões amarelosPatrick (43min/1ºT) Rodrigo Sena (3min/2ºT)Local: Mineirão / Data: 27/01/2010Renda: R$ 5.960,00 / Publico: 1096 pagantesÁrbitro: Emerson de Almeida FerreiraAuxiliares: Flamarion Sócrates da Silva e Frederico Alves Vilarinho

Tigre vence América de Teófilo Otoni por 1 a 0, mantém liderança e praticamente se garante na fase mata-mata

Depois de derrotar Cruzeiro, Uberlândia, América e empatar com o Atlético, o Ipatinga vol-tou a reinar no Mineirão e prati-camente assegurou sua vaga na fase mata-mata do Campeonato Mineiro. A vítima da vez foi o América de Teófilo Otoni. Mas, ao contrário da goleada por 4 a 1 sobre o Democrata em Go-vernador Valadares, desta vez, o time do técnico Gilson Klei-na teve que suar a camisa para vencer o duelo de sábado à noite (27), pela sétima rodada.

O triunfo foi conquistado graças ao pênalti sofrido por Alessandro e convertido pelo zagueiro Thiago Matias aos 27 minutos do segundo tempo. Na primeira etapa, o Ipatinga pecou nas finalizações, apesar de do-minar o jogo. Recuado, o Amé-rica parecia se contentar com a igualdade. E enquanto teve fôle-go, a tática deu certo.

O panorama não se alterou no segundo tempo. Após mais algumas chances de gol perdi-das, aos 26 minutos, o zaguei-

ro Jadson derrubou Alessandro dentro da área e o árbitro mar-cou pênalti.

Na cobrança, Thiago Ma-tias bateu no canto direito e de-finiu o resultado, que manteve o time do Vale do Aço (16 pontos) na dianteira. Posição que o téc-nico Gilson Kleina deseja man-ter a todo custo, já que a mesma possibilita entrar em vantagem na fase seguinte, quando a com-petição realmente esquenta. Po-rém, para continuar onde está, o Ipatinga ainda terá que supe-

rar Uberaba e Ituiutaba- am-bos fora-, e fazer o dever de casa diante da Caldense e Villa Nova. Já o América-TO fica em situação difícil na classificação. O Caçula soma apenas três pon-tos, em seis jogos e já começa a enxergar o fantasma do rebaixa-mento. Ainda mais que a equipe ainda terá adversários complica-dos pela frente. Entre eles Atlé-tico, nesta quarta-feira (3), em casa, e Cruzeiro, na rodada de encerramento da fase de classi-ficação, no Mineirão.

Equipe valoriza vitória magraO desempenho do Ipatin-

ga no jogo de sábado contra o América-TO, no Mineirão, nem de perto lembrou a equipe que goleou Cruzeiro e Democrata-GV e quase surpreendeu o Atlé-tico a algumas rodadas atrás. Porém, os jogadores e o técnico Gilson Kleina fizeram questão de lembrar que a vitória por 1 a 0 sobre o adversário de sábado permitiu ao time do Aço man-ter a liderança do Campeoanto Mineiro e apresentar suas cre-denciais para a fase mata-mata.

“Independente das dificuldades, o importante foram os três pon-tos. Afinal, ainda estamos entre os primeiros colocados e com a possibilidade de alcançarmos uma boa posição e jogar com vantagem na próxima fase”, sa-lientou o goleiro Douglas.

Autor do gol que garantiu os três pontos para o Tigre, o za-gueiro Thiago Mathias acredita que nem sempre será possível golear o adversário. “E não seria de outra forma. Estamos na lide-rança e é normal que os adversá-

rios entrem com um pouco mais de cautela para nos enfrentar”.

O treinador ipatinguense concorda com a colocação fei-ta pelo defensor. “Sabíamos que o adversário dificultaria as nos-sas ações. E a tendência é que as dificuldades só aumentem daqui por diante. Mas cabe a nós não aceitar a marcação do adversá-rio. E para isso temos que nos movimentar e impor o nosso rit-mo”, revelou Kleina.

UberabaCom a liderança em maõs,

o Ipatinga terá um teste de ris-co na próxima rodada do Mi-neiro. Enfrenta Uberaba, no próximo sábado, às 19h30, no Triângulo Mineiro. O adversá-rio continua com chance de se classificar para a próxima fase e quer aproveitar o apoio da tor-cida para vencer o líder e ficar mais perto do seu objetivo. “Em casa, eles já demostraram sua força. Um exemplo disso foi o jogo contra o Atlético quando, o time buscou o empate após estar perdendo por dois gols de diferença”.

O zagueiro Thiago Matias assegurou os três pontos para o time do Vale do Aço no duelo de sábado à noite

OTempo

Page 4: 01-03-2010 - Cópia - Cópia

Vale do Aço, segunda-feira, 1º de março de 20104 -

Chave do sucesso

O Ipatinga finalmente recuperou a auto-estima depois de algum tempo sem empol-gar a torcida. A boa campanha neste início de 2010 credencia o time do Vale do Aço para disputar o título do Campeonato Mi-neiro. Matematicamente o Tigre ainda não se classificou para a fase mata-mata do es-tadual. Porém como haverá confrontos dire-tos entre os times que se encontram na parte de baixo da tabela, conquistar o passaporte é só uma questão de tempo.

Mais do que a liderança- garantida por mais semana após a vitória sobre o América de Teófilo Otoni-, o que vem empolgando, principalmente, é o futebol de auto nível de-monstrado pelo time nas últimas rodadas. E não seria nenhum exagero dizer que o bom desempenho do Ipatinga no Mineiro está li-gado a chegada de Gilson Kleina.

Desde que assumiu a equipe pela segun-da vez- a primeira foi em 2007-, depois da conturbada e inexplicável saída de Flávio Lopes, o treinador paranaense é o único que ainda não sentiu o gosto da derrota. Coman-dando a equipe ipatinguense, ele colecionou vitórias sobre Uberlândia (2 a 1), América (3 a 2), Democrata-GV (4 a 1) e América-TO, além de um empate com o Atlético (1 a 1). No triunfo sobre o Cruzeiro (3 a 0), o auxiliar Gerson Evaristo dirigiu a equipe, enquanto Kleina acompanhava o jogo das cabines do Mineirão. Na boa campanha no estadual, o Tigre foi derrotado apenas pelo Tupi (1 a 0), em Juiz de Fora, na primeira rodada, ainda sob o comando de Lopes.

Diante do excelente retrospecto até aqui, Kleina destaca a força do conjunto e lembra que os resultados são conseqüências daqui-lo que os jogadores produzem em campo e fora dele. “Para atingir os objetivos é neces-sário que haja uma sintonia entre jogadores,

comissão técnica e dirigentes. E nesse pon-to, acredito que o Ipatinga vem sendo muito feliz”, revela.

E para equipe não perca essa sintonia, ele faz questão de frisar a importância de cada atleta. “Não se conquista campeonatos apenas com 11 jogadores, porque constan-temente você precisa promover mudanças na equipe devido a suspensões e contusões. Além disso, dificilmente um jogador conse-gue manter o mesmo desempenho em vá-rios jogos. E o técnico, às vezes, tem que saber enxergar isso e fazer as escolhas que julga serem as melhores em determinado momento”, destaca Kleina, citando a parti-da contra o Democrata em Governador Va-ladares como exemplo para a sua análise.

“Neste jogo o Jajá começou na reserva. E quando ele entrou, ele foi lá e resolveu. Marcou gol, participou do jogo e ajudou na marcação. É isso que queremos. Que quem entre em campo dê o melhor de si. E que aquele que momentaneamente não esteja entre os 11, que faça o possível para estar”.

Troca de posiçõesOs bons resultados vem sendo conquis-

tados, segundo Kleina, devido a constante troca de posições dos jogadores em campo. E pelo fato de alguns serem mais visados pelos adversários, ele acredita que será ain-da mais importante a contribuição de outos atletas. “É isso que venho pedido pra eles. Que na hora que um setor for neutraliza-do, o outro tem que aparecer, porque os ad-versários nos estudam e temos que ter a sa-bedoria de encontrarmos alternativas para superá-los. É quando o Luizinho estiver marcado e não puder resolver, que os joga-dores do meio-campo e do ataque se apre-sentem e resolvam”.

Ipatinga lidera o CampeonatoMineiro após sete rodadas disputadas

Gilson Kleina foi o único treinador que ainda não sentiu o gosto da derrota no estadual

Camisa um tem dono!Se depender do desem-

penho do novo camisa um, o Ipatinga pode ir longe no Campeonato Mineiro. Sempre concentrado, Douglas assus-miu a posição de titular no jogo contra o Cruzeiro, pela segun-da rodada, e conquistou a con-fiança do técnico Gilson Klei-na com apresentações seguras. Na partida que valeu a lide-rança da competição, contra o Democrata, o goleiro do Tigre fez duas defesas importantes e contribuiu para a vitória.

No entanto goleiro divide o mérito com o companheiros e acrescenta os resultados es-tão acontecendo graças ao de-sejo que o grupo tem em con-quistar o título de Campeão Mineiro. “Queremos colocar

o Ipatinga nos lugares mais al-tos. Deus está nos abençoando e temos que trabalhar serieda-de para conseguirmos os re-sultados. Não ganhamos nada ainda, mas estamos batalhan-do para fazer sempre o melhor pelo Ipatinga”, disse.

Em seis jogos com a cami-sa ipatinguense, Douglas le-vou cinco gols e aos poucos começa a preencher o vazio deixado pela saída de Fred. O arqueiro ipatinguense foi for-mado nas categorias de base do Santos. E mesmo deixan-do de atuar ao lado de estrelas como Robinho e Neymar, ele afirma que acertou em cheio em vir para o time do Vale do Aço. “O Ipatinga vem dispu-tando grandes competições

nos últimos anos e é considera-da umas das principais equipes aqui em Minas Gerais. E como havia o desejo de jogar acre-dito que a escolha se mostrou acertada, pois estou tendo uma chance real de mostrar o meu valor”, argumentou.

Douglas tem o goleiro Rogério Ceni como uma refe-rencia na posição. Porém, di-ferentemente do são-paulino, ele garante não ter a mesma competição para fazer gols.”A não ser no rachão. Existe sempre uma disputa para sa-ber em qual time vou jogar. Todos me querem”, brincou o jogador, que descartou a ideia logo em seguida. “Mas para jogar na linha é só no recrea-tivo mesmo.”

Arquivo: Diário Popular

Page 5: 01-03-2010 - Cópia - Cópia

Vale do Aço, segunda-feira, 1º de março de 20105 -

Cruzeiro vence no sufocoTime Celeste bate Ituiutaba, na Fazendinha,

com um gol aos 44 minutos do segundo tempo

O Cruzeiro teve dificul-dade, mas conseguiu bater o lanterna Ituiutaba no duelo de sábado (27), no Pontal do Tri-ângulo Mineiro, pela sétima rodada do Campeonato Minei-ro. Com uma escalação prati-camente reserva, fez 1 a 0 aos 44 minutos do segundo tempo, num chute de Fabinho de fora da área. O time, que em outras duas partidas na cidade não conseguira ganhar, soma ago-ra 15 pontos.

O Cruzeiro começou a par-tida com apenas dois titulares, o zagueiro Gil e o lateral-es-querdo Diego Renan - Henri-que entrou no segundo tempo. Kieza, contratado recentemen-te, fez a sua estreia, mas teve atuação discreta.

A equipe de Adilson Ba-tista volta a entrar em cam-po para enfrentar o Uberaba no Mineirão, às 21h50, des-ta quarta-feira (3), em parti-da adiada da quinta rodada. O Ituiutaba - que soma um ponto e tem um gol marcado - joga às 19h30 de quinta-feira, contra o América.

Adilson Batista apresen-tou surpresas não só na esca-

lação, mas também no esque-ma tático. Jogou no 3-5-2, com Gil, Caçapa e Thiago Heleno formando a zaga, e Bernardo como o principal - mas não único - responsável por ocupar a ala direita.

Com um esquema tático que valoriza a subida dos alas, o Cruzeiro bem que tentou ex-plorar as pontas, mas teve di-ficuldade para superar a forte marcação do adversário. Adil-son já gritava, com poucos mi-nutos de partida, que a bola de-veria passar mais pelos pés de Roger. Mas o meia teve pouco espaço para armar jogadas.

Se a bola mal chegava ao meia, pior era a situação dos atacantes. Eliandro ainda re-cuou para participar de algu-mas tabelas, mas Wellington Paulista ficou isolado, cercado por zagueiros. A partir da me-tade da primeira etapa, o za-gueiro Caçapa passou a avan-çar para o campo de ataque, mas sem ajudar o Cruzeiro a furar o bloqueio.

A única oportunidade de real perigo só veio aos 44 mi-nutos, quando Thiago Heleno pegou de primeira da marca do

pênalti, após escanteio cobrado por Bernardo, e a bola passou perto do travessão. O Cruzeiro ainda teve um gol anulado: se-gundo o árbitro, Gil cometeu falta no marcador ao cabece-ar para a rede. O Ituiutaba exi-giu bem mais do goleiro Ra-fael, que fez três boas defesas, numa delas evitando gol olím-pico de Mateus.

O Cruzeiro começou o se-gundo tempo com o estrean-te Kieza no lugar de Eliandro. Oito minutos depois, Adil-son Batista fez outra substi-tuição, colocando Henrique no lugar de Caçapa e trocando de esquema tático. O time me-lhorou na partida e empurrou o adversário para o campo de defesa, dando poucas oportu-nidades de contragolpe.

Wellington Paulista teve a sua primeira chance de conclu-são na partida, mas chutou fra-co, para a defesa fácil de Pedro Henrique. Foi uma das poucas do Cruzeiro na segunda etapa. Com Henrique, o time ocupou mais o meio-campo, mas con-tinuou com dificuldade de en-trar na área.

Adilson Batista fez sua terceira mudança aos 25 mi-nutos, sacando Roger e esca-lando Camilo. Dois minutos depois, o Cruzeiro obrigou Pe-dro Henrique a fazer sua defe-sa mais difícil na partida, num chute de Diego Renan da en-trada da área.

O Ituiutaba esteve perto de abrir o placar, mas William Sarôa perdeu um gol incrível, ao receber lançamento, driblar Rafael e concluir para fora. O Cruzeiro, com dificuldade de criar jogadas de ataque, conse-guiu o seu gol em outro chute de fora da área. Fabinho aca-bou com o jejum celeste em Ituiutaba e garantiu os três pontos sem fazer muita força: seu chute saiu sem tanta po-tência, mas o suficiente para vencer Pedro Henrique.

FICHA TÉCNICAITUIUTABA 0 x 1 CrUZEIrO

EscalaçãoPedro Henr ique , Mateus , Ney lo r, Kanu e A lex Braz ; O l i v io , A lexandre Por to (Jun inho Bote lho) , Hugo Leonardo e Va l -der rama (D inho) ; C lau-d ine i e Wi l l i an Sarôa .Técn ico : Nedo Xav ie r.

Rafae l , G i l , Caçapa (Henr ique) e Th iago He-leno ; Pedro Ken, Fab i -nho , Bernardo , Roger (Cami lo ) e D iego Re-nan; Wel l ing ton Pau l i s ta e E l iandro (K ieza) .Técnico: Adi lson Bat is ta.

GolFab inho, aos 44 minu tos do segundo tempo.

Cartões amarelosClaudinei , Kanu, Alexan-dre Porto, Mateus, Dinho

Pedro Ken, G i l , Caçapa

Estád io : Fazend inha / Data : 26 /02 /2010. Árb i t ro : André Lopes Mar t ins D ias Lopes . Aux i l ia res : Ce lso Lu iz da S i l va e Janete Mara Arcan jo

Raposa amplia tabuA vitória do Cruzeiro so-

bre o Ituiutaba neste sábado manteve um longo tabu da equipe celeste contra o Boa. A última e única derrota es-trelada para o clube do Pon-tal do Triângulo foi em 5 de março de 2006, na Fazendi-nha, por 1 a 0.

De lá para cá, foram oito

jogos, com seis vitórias do Cruzeiro e dois empates. O clube estrelado ainda elimi-nou o Ituiutaba das semifi-nais do Campeonato Minei-ro em duas ocasiões: 2008 e 2009.

No total, Cruzeiro e Ituiutaba já se enfrentaram dez vezes. São sete vitó-

rias azuis, dois empates e um triunfo do Boa. O clu-be celeste marcou 26 gols e sofreu 12. Curiosamente, a Raposa nunca havia ven-cido nenhuma partida na Fazendinha. Até este sába-do, eram dois jogos, com um empate e um triunfo da equipe da casa.

O armador Bernardo foi o principal responsável pela articulação das jogadas

Cruzeiro e Ituiutaba já se enfrentaram dez vezes; São sete vitórias azuis, dois empates e um triunfo do Boa

Fotos: OTempo

Page 6: 01-03-2010 - Cópia - Cópia

Vale do Aço, segunda-feira, 1º de março de 20106 -

Rafael agradece Adílson Batista pela confiança

Apresentado na última se-mana na Toca da Raposa II como novo reforço do Cruzei-ro, o atacante Kieza já teve, neste sábado, uma oportuni-dade para mostrar seu futebol. O atacante substituiu Eliandro no intervalo da partida contra o Ituiutaba, na Fazendinha, e aprovou a própria estreia.“Deu para ajudar bem a equipe. Os jogadores correram bastante. Enfrentamos uma equipe que marca muito bem. Nossa equi-pe veio aqui com o propósito de sair no contra-ataque e mar-car bem. Graças a Deus conse-guimos marcar o gol e conse-guimos mais três pontos, o que é muito importante para a gen-te”, salientou.

Apesar da boa movimen-tação, Kieza sentiu um pouco a falta de entrosamento. Para ele, esse empecilho será su-perado rapidamente. “A cada jogo a gente vai buscando en-trosamento, conseguindo se ar-rumar com o pessoal. Acho que isso não vai ser problema. En-tramos hoje, fizemos um bom jogo, conseguimos a vitória, que é o mais importante”.

Goleiro fabricianense foi um dos destaques da equipe na vitória

sobre o Ituiutaba

Responsável por algumas de-fesas importantes durante a partida contra o Ituiutaba, sábado (27), o goleiro fabricianense Rafael foi um dos destaques do Cruzeiro na vitória sobre o Boa, por 1 a 0, fora de casa, pela sétima rodada do Campeonato Mineiro.

Satisfeito com a atuação, o ca-misa 1 falou da responsabilidade que teve de substituir Fábio. “Sei que é difícil substituir o Fábio, que é um ídolo, está há mais de três anos no clube, e é um titular absoluto. Ele é um jogador fundamental pra nós hoje e fico feliz, quando entro, de substituí-lo à altura. Agora é pro-curar trabalhar mais, aprender mais, evoluir, para quem sabe nas próxi-mas oportunidades fazer meu papel e ajudar o Cruzeiro”, disse.

Elogiado após o duelo, Rafa-el fez questão de agradecer o apoio

que tem recebido da comissão téc-nica e do titular absoluto das traves estreladas. “Tenho dois anos de pro-fissional e estou aprendendo muito com o Fábio, com o Oscar (Rodri-guez, preparador de goleiros) e com o Adílson também. São três pessoas fundamentais para que hoje eu es-teja aqui e tenha feito a partida que fiz. Tenho que agradecer a eles, que me ajudam todos os dias e me orien-tam”.

Após mais uma oportunidade entre os titulares, o goleiro disse que segue buscando seu caminho. “Vou continuar trabalhando. O Fábio é um dos melhores goleiros do Brasil, já buscou o espaço dele. Agora vou buscar o meu, trabalhando, me de-dicando e, quando as oportunidades aparecerem vou tentar fazer o meu melhor para ir me firmando no Cru-zeiro”.

Atacante substituiu Eliandro no intervalo da partida contra o Ituiutaba

Kieza aprova estréia

Adilson destaca mudança de esquema

O técnico Adílson Batista consi-dera que a mudança tática foi decisi-va para a vitória do Cruzeiro sobre o Ituiutaba. O treinador, que começou o jogo com três zagueiros, desfez o sistema na etapa final e disse que a alteração acabou levando o time ao triunfo, com um gol aos 44min, em chute de fora da área de Fabinho. Adílson Batista valorizou muito o resultado, pois sabia que o Cruzeiro teria problemas para superar as ad-versidades da partida, como grama-do irregular e com dimensões redu-zidas.

O técnico atribuiu a melhora da equipe, no segundo tempo, à mu-dança de sistema. Ele retirou um dos três zagueiros, Caçapa, para

a entrada do volante Henrique, e acredita que a alteração deu resul-tado. “A mudança de esquema aca-bou melhorando o time. Tivemos mais volume, o time rodou mais. Fi-camos mais expostos, eles tiveram situações em contra-ataques. Mas aumentamos o volume de jogo e fo-mos premiados no fim”, avaliou.

Sobre o lance que decidiu o jogo, o comandante celeste disse que sentiu a falta de aproximação de um dos homens do meio-campo, o que acabou ocorrendo com a chega-da de Fabinho, autor do gol. “É pre-ciso alimentar esse jogador que vem de trás. Não fizemos isso no primei-ro tempo, mas o Fabinho foi feliz na conclusão”, comentou.

Volante marcou o gol da vitória no jogo de sábado contra o Ituiutaba, no Pontal do Triângulo Mineiro

Elogiado após o duelo, Rafael fez questão de agradecer o apoio que tem recebido da comissão técnica e do titular Fábio

Fabinho deixa o campo como herói

Herói da vitória do Cruzeiro so-bre o Ituiutaba por 1 a 0, neste sábado, na Fazendinha, o volante Fabinho pre-feriu exaltar os companheiros a come-morar seu disparo certeiro que garantiu o triunfo ao clube. Aos 44 minutos do segundo tempo, o volante acertou um belo chute de fora da área e deu a vitória à Raposa. “Herói não. Herói foi o gru-po do Cruzeiro. Esse grupo tem pouca oportunidade para trabalhar assim co-letivamente. É só o trabalho da sema-na. Mas o Adílson vem dando oportu-nidade, como ele falou que ia dar, e nós vamos sentir (falta de entrosamento), é normal. Trabalhamos, nos entregamos muito e nunca deixamos de buscar. Fui feliz no chute, a equipe está feliz pela entrega e pelos três pontos”.

Além da competência, Fabinho acredita que contou ainda com uma pi-

tada de sorte para a bola entrar no últi-mo minuto. “Foi um lance que eu to-quei para o Henrique, o Henrique tocou para o Bernardo, o Bernardo devolveu para o meio. Veio a rolada de trás, não lembro de qual jogador. O gol estava aberto, eu só procurei encaixar bem o pé, e o resto foi a sorte que ajudou”.

O gol contra o Ituiutaba foi o segun-do de Fabinho com a camisa do Cruzei-ro. O atleta também marcou nas semifi-nais da Copa Libertadores da América do ano passado, contra o Grêmio, no Mineirão. “Nem sempre a função que o professor me determina é aquela que posso chegar, que posso procurar os arremates de longa e média distância, mas hoje facilitou um pouco com a che-gada do Henrique, os meias adversários não estavam acompanhando e consegui fazer o gol”, comemorou.

Fotos: Vipcomm

Vendo lan houseVendo urgente uma lan

house completa.Tratar fones:

3826-0310 ou 8818-3622

Page 7: 01-03-2010 - Cópia - Cópia

Vale do Aço, segunda-feira, 1º de março de 20107 -

FICHA TÉCNICAUBErLÂNDIA 2 x 5 ATLÉTICO-mg

EscalaçãoFláv io , Jo í l son , Emerson, Wi l l i an Santos e Ti ta ; Wi lson (Anderson) , Ver t inho , Marce lo Labar the (Reg ina ldo) e Ma icon (Marco Tú l io ) ; Marce lo Rég is e Pau lo Rober to .Técn ico : Eva i r Pau l ino .

Aranha, Coe lho (Evandro) , Ja i ro Campos, Cá-ceres e Leandro (Jún io r ) ; Jon í l son , Cor rea e R i -card inho ; Mur iqu i , D iego Tarde l l i e Ob ina (Car -los A lber to ) .Técn ico : Vander le i Luxemburgo .

GolsPau lo Rober to , aos 13 , e Car los A lber to , aos 33 minu tos do segundo tempo

Obina , aos 21 e aos 23 , e Mur iqu i , aos 27 minu-tos do p r ime i ro tempo; Ob ina , aos t rês , Marce lo Rég is , aos nove minu tos do segundo tempo

Cartões amarelosWilson, Vert inho, Emerson, Reginaldo, Ti ta Ob ina , Car los A lber to , Ja i ro CamposEstád io : Parque do Sab iá . Data : 28 /02 /2010. Árb i t ro : C le isson Ve loso Pere i ra (MG) . Aux i l ia res : Marc io Eus táqu io Sant iago (F i fa /MG) e He lber t Cos ta Andrade (MG) .

iluminada

Obina destaca-se na goleada por 5 a 2 do Atlético sobre o Uberlândia, no Parque do Sabiá

Obina em tarde

Atlético e Obina não perderam o embalo do meio da semana, quando o atacante marcou cinco vezes nos 7 a 0 sobre o Juventus-AC, pela Copa do Brasil. Neste domingo (28), o time voltou a golear: fez 5 a 2 no Uberlân-dia, no Parque do Sabiá, no Triangulo Mineiro e com três gols do jogador. A segunda vitória no Campeonato Mi-neiro faz o Galo chegar a nove pontos e acabar com um jejum de três jogos.

Os outros gols foram de Muri-qui e Carlos Alberto. O Uberlândia do técnico Evair continua na nona colo-cação, com quatro pontos. O Atlético agora se prepara para enfrentar fora de casa o América de Teófilo Otoni nesta quarta-feira, às 19h30, em jogo adiado da quinta rodada.

Quem saiu com a imagem arra-nhada da goleada foi o goleiro Ara-nha, que disputa a vaga com o uru-guaio Carini, recuperando-se de uma lesão. O titular deste domingo fa-lhou feio no segundo gol dos donos da casa, após uma tentativa fracassa-da de drible num jogador do Uberlân-dia.

Os primeiros 20 minutos deram a impressão de que o Atlético teria uma partida complicada. As jogadas de ataque não saíam, embora o setor es-tivesse bem ocupado, com três joga-dores - Muriqui pela esquerda, Diego Tardelli pela direita e Obina no cen-tro. O Uberlândia chegou a assustar duas vezes, ambas com Paulo Rober-to pela direita, mas não passou disso.

Ao ver seu time com dificuldades quando chegava à frente, Vanderlei Luxemburgo pediu ao volante Joníl-son - sem tanto trabalho na marca-ção - que avançasse com a posse da bola. Antes mesmo que o jogador re-solvesse participar mais do jogo, o panorama começou a mudar. O pon-to de partida foi um golaço de Obi-na aos 21 minutos. Ele recebeu passe pelo alto, matou no peito e arriscou um chute forte e com estilo, no ângu-lo do goleiro Flávio.

O gol despertou o Atlético, que nos seis minutos seguintes pressionou

o Uberlândia e marcou mais dois. O sinal de que o ataque passaria a fun-cionar veio no lance seguinte, quan-do Tardelli fez boa jogada pela direi-ta e deu passe para Obina na área. O atacante fez corta-luz de forma inteli-gente, mas o goleiro chegou antes na dividida com Muriqui.

Aos 23 minutos, em mais um lan-ce pela direita, Obina marcou outra vez, cabeceando com estilo um cru-zamento de Coelho. Aos 27, veio o terceiro. Tardelli se deslocou para a esquerda e deu ótimo passe para Mu-riqui, deixando o companheiro cara a cara com o goleiro. Ele escolheu o canto e fez 3 a 0. Desesperado com os três gols em pouco tempo, Evair fez duas substituições antes do intervalo.

Obina resolve a paradaE ele marcou mais uma vez no

início do segundo tempo. Em uma jo-gada cheia de passes pela esquerda, Leandro cruzou para o atacante pe-gar de primeira, aos três minutos. Se no início do jogo o Atlético dera a impressão de que teria dificuldade e construiu 4 a 0, dessa vez ele foi no sentido inverso. Levou dois gols nos dez minutos seguintes, fazendo o Uberlândia voltar ao jogo.

Aos nove minutos, Marcelo Ré-gis recebeu cruzamento da esquerda e cabeceou. A bola bateu na trave, em Aranha e entrou. Azarado no primei-ro gol, o goleiro falhou feio no segun-do. Ao tentar dar um drible, em vez de um chutão, ele foi desarmado por Paulo Roberto e viu a bola entrar na sua meta.

O Uberlândia teve sua chance de ameaçar no placar, mas Paulo Rober-to perdeu gol ao ficar cara a cara com Aranha. O Atlético, que continuou atacando, quase perdeu Obina, que já tinha cartão amarelo e deveria receber outro por falta dura. Sem querer cor-rer riscos, Vanderlei substituiu o ata-cante por Carlos Alberto. E coube ao meia marcar o quinto gol, cabecean-do uma falta cobrada por Júnior, aos 33 minutos.

Na semana em que anotou cinco gols em uma mesma partida, atacante

volta a ser destaque ao marcar três gols na vitória sobre o Uberlandia

Page 8: 01-03-2010 - Cópia - Cópia

Vale do Aço, segunda-feira, 1º de março de 20108 -

ClassIFICaÇÃo do mIneIro 2010TIME PG J V E D GP GC S1) Ipatinga 16 7 5 1 1 14 6 82) Democrata-GV 16 7 5 1 1 13 10 33) Cruzeiro 15 6 5 0 1 16 6 104) Tupi 12 7 4 0 3 14 9 55) Villa Nova 11 7 3 2 2 7 7 06) Atlético 9 6 2 3 1 13 11 27) Uberaba 9 6 2 3 1 9 8 18) América 8 7 2 2 3 11 8 39) Uberlândia 4 7 1 1 5 11 21 -1010) América-TO 3 6 0 3 3 4 7 -311) Caldense 3 6 0 3 3 2 12 -1012) Ituiutaba 1 6 0 1 5 1 10 -9

América goleia a Caldense no Mineirão

Vila Nova e Uberabaempatamsem gols

O Villa Nova con-tou com a torcida a fa-vor neste domingo (28), mas nem assim con-seguiu fazer valer seu mando no Campeona-to Mineiro. No Está-dio Castor Cifuentes, em Nova Lima, a equi-pe não passou de um empate por 0 a 0 com o Uberaba.

Com o resultado, o time permanece na 5ª colocação da tabe-la, com 11 pontos. Na próxima rodada o Villa Nova pega a Caldense em Poços de Caldas, às 16 horas do domingo. Já o Uberaba aparece na posição imediatamente abaixo: é o sexto colo-cado, com nove pontos.

Depois de quatro roda-das sem vencer no Cam-peonato Mineiro, o Amé-rica enfim reencontrou o caminho das vitórias. Nes-te domingo (28), no Minei-rão, o time da capital des-pachou a Caldense por 4 a 0, com gols de Joãozi-nho, Fábio Júnior (2) e Eul-ler.

Após um primeiro tem-po equilibrado, em que as equipes não consegui-ram levar vantagem so-bre os goleiros rivais, a se-gunda etapa reservou uma boa atuação da equipe ame-ricana, que poderia inclusi-ve ter marcado mais gols, com tantas oportunidades desperdiçadas.

Depois que Joãozinho abriu o placar, aos 16 mi-nutos, o América se impôs na partida e marcou mais dois com Fábio Júnior, aos 23 e aos 31, em lances se-melhantes na grande área, com chutes cruzados no canto esquerdo do golei-ro rival. O veterano Euller, para alegria da torcida, ain-da entrou na equipe na se-gunda etapa e fechou o pla-car aos 46 minutos.

O América agora soma oito pontos, na oita-va colocação. A Caldense, que permanece sem triun-fos na competição, amar-ga a zona de rebaixamento, na 11ª e penúltima posição, com apenas três pontos. Na próxima quinta-feira, o América recebe o lanter-na Ituiutaba, enquanto que a Caldense recebe o Villa Nova no domingo.

Coelho derrota o rival por 4 a 0, com gols de Joãzinho,Fábio Júnior (2) e Euller, e pula para a oitava posição

Democratavence Tupide virada

O Democrata-GV foi valente neste domingo. Após sair em desvantagem no placar e permitir que o Tupi abrisse dois gols de frente, a Pantera conseguiu reagir, jogando dentro de casa, e ba-teu o Galo de Juiz de Fora de virada, por 4 a 2.

O triunfo importante permitiu que o time de Governador Valadares tomasse a vice-liderança do Cruzeiro. Com mais três pontos, o Democra-ta ocupa agora a segunda colocação do Campe-onato Mineiro, com a mesma pontuação do líder Ipatinga: 16. Já o Tupi foi beneficiado pelo tro-peço do Villa Nova e segue em quarto lugar.

Eraldo, Magal (duas vezes) e Ely marcaram os gols que decretaram o triunfo da Pantera. Ademilson e Chiquinho marcaram os dois pri-meiros tentos do jogo, antes da virada adver-sária.

Pantera começou perdendo por 2 a 0, mas reagiu e virou o jogo no segundo tempo

O atacante Fábio Junior fez dois gols na vitória do time americano

Page 9: 01-03-2010 - Cópia - Cópia

Vale do Aço, segunda-feira, 1º de março de 20109 -

Se existia algum débito do Fluminense com a torcida, ele deve ter sido zerado com a goleada por 5 a 1 contra o Friburguense, neste domin-go, no Maracanã, pela pri-meira rodada da Taça Rio, o segundo turno do Campeona-to Carioca. O pagamento veio com uma bela atuação trico-lor. Principalmente da jovem promessa Wellignton Silva, que vestiu a camisa 10 e mos-trou personalidade em cam-po. Além dele, que fez o se-gundo do Flu, Fred, Everton, Conca e o estreante André Lima marcaram, com Walla-ce descontando para o time de Nova Friburgo.

As lágrimas de alegria an-

tes da partida vieram acom-panhadas de um bom futebol que acabou coroando a opção de Cuca de lançá-lo como ti-tular. O treinador contou qua-se que com sua força máxi-ma. Diguinho e Júlio César voltaram ao time. Maicon, recuperado de lesão na coxa esquerda, e André Lima fica-ram no banco e entraram no segundo tempo.

Com a vitória, o Flumi-nense passou a somar três pontos, mas larga na lideran-ça no Grupo A graças ao saldo de gols. O time volta a campo contra o Tigres, quinta-feira, no Engenhão. O Friburguen-se pega o Olaria, também na quinta-feira, em Friburgo.

FUTEBOL NACIONAL

Neymar brilha na vitória do Santos sobre o CorinthiansDepois de perder um pênalti, o jovem craque marcou um belo

gol, deu o passe para André fazer o segundo

Nem toda a experiência de Ronaldo e Roberto Carlos, outra vez expulso, conseguiu frear a garotada dona do me-lhor futebol do Campeonato Paulista. Sem Robinho, con-vocado para a seleção, Ney-mar precisou se redimir para deixar o gramado da Vila Belmiro como o herói de um dos melhores jogos do Es-tadual até agora. Depois de perder um pênalti, o jovem craque marcou um belo gol, deu o passe para André fazer o segundo e garantiu a vitó-ria do Santos por 2 a 1 sobre o Corinthians, neste domin-go (28), na Vila Belmiro, em Santos-SP

A vitória deixou o Peixe

em situação muito confor-tável na briga pela classifi-cação às semifinais, com 28 pontos, quatro a mais que o vice-líder Santo André. Den-tinho fez para o clube da ca-pital, que está com 19 pon-tos, agora fora do G-4.

O resultado sobre o atual campeão paulista e da Copa do Brasil confirma o ótimo momento vivido pelo Santos na temporada. A equipe che-gou a nove vitórias consecuti-vas e igualou a marca obtida pelo time de 2007, comanda-do por Vanderlei Luxembur-go.

O Santos abriu o placar do aos 33 minutos de jogo. Marquinhos viu Neymar

Grêmio fatura o primeiro turno do gaúcho

Se não jogou bem, que jogue bem depois. Se ainda não é um time dos mais confiáveis, que ga-nhe solidez no futuro. Porque, nes-te domingo (28), o negócio era pe-gar uma taça, erguê-la e soltar o grito de campeão. E isso o Grê-mio conseguiu. Com vitória de 1 a 0 sobre o Novo Hamburgo, no Olímpico, graças a golaço de Fer-dinando, o Tricolor conquistou o título do primeiro turno do Campe-onato Gaúcho e garantiu presença na decisão do Estadual. Fazia mais de mil dias que o clube não coloca-va uma faixa no peito.

O Estadual de 2007 havia sido o último caneco erguido pelo Grê-mio. A pressão por títulos só po-dia ser grande, dado o tamanho do clube. Ao vencer a Taça Fernan-do Carvalho, o Tricolor ganha paz para trabalhar. Se também vencer o returno, a chamada Taça Fábio Koff, a equipe treinada por Silas será, automaticante, a campeão gaúcha de 2010.

O rendimento tricolor na final foi deste domingo foi apenas regu-lar. O Novo Hamburgo, especial-mente no segundo tempo, chegou a controlar o time da casa. Mas os visitantes não tiveram a mesma efi-ciência do Grêmio. Um lance raro de Ferdinando fez a diferença.

Neymar comandou o time santista na ausência de Robinho

pelo lado esquerdo e tocou. O jovem craque santista do-minou de costas para Ales-sandro, girou e ainda fora da área disparou um chute cer-teiro no canto direito de Fe-lipe: 1 a 0.

Sem força ofensiva e com espaço no setor defensivo, o Corinthians viu o Peixe che-gar ao segundo gol, aos 14 minutos do segundo tempo,

novamente em uma bela tra-ma dos jogadores de frente. Marquinhos tocou de trivela para Neymar dominar no pei-to e cruzar para André bater rasteiro, sem chances de de-fesa.

Aos 23, o Timão descon-tou. Ronaldo cruzou da es-querda, Dentinho desviou e acertou a trave. No rebote, atacante chutou forte e fez 2

a 1. A reação, no entanto, não aconteceu. Dois minutos de-pois, o lateral-direito Moacir fez falta violenta em Marqui-nhos e, como já tinha cartão amarelo, foi expulso. Na se-quência, foi a vez de Roberto Carlos. Ele simulou uma pe-nalidade e também ganhou o vermelho, deixando o Corin-thians com dois jogadores a menos.

Fluminense goleia no Carioca São Paulo vence na estréia de FernandinhoQuando os primeiros re-

forços do São Paulo foram apresentados em janeiro, o técnico Ricardo Gomes não escondia o otimsmo a falar de um deles: o atacante Fernan-dinho, que havia sido contra-tado ao Barueri. Por causa de uma fratura em um dedo do pé direito, a tão sonhada es-treia aconteceu apenas quase dois meses depois.

E não poderia ter sido me-lhor. Com quatro gols, o ca-misa 12 deu um show à parte e foi o protagonista da golea-da tricolor em cima do Mon-te Azul por 5 a 1, em parti-da realizada neste domingo (28), na Arena Barueri.

O resultado colocou a

equipe do Morumbi no G-4 do Campeonato Paulista. O Tricolor foi aos 20 pon-tos, na quarta colocação. Já o Monte Azul, que sofreu a

sua quinta derrota em oito partidas disputadas, segue na zona de rebaixamento da competição, com apenas oito pontos.

Wellington Silva deixa sua marca na vitória por 5 a 1 sobre o Friburguense

Fernandinho (à esq) comemora um dos gols junto com Hernanes e dagoberto

Fotos: Globo

Vipcomm

Page 10: 01-03-2010 - Cópia - Cópia

Vale do Aço, segunda-feira, 1º de março de 201010 -

rodada Data Hora estádio Cidade1ª 06/03 15:00 CANAã X Metaluzina Campo do Canaã Ipatinga2ª 14/03 10:30 Vila do Carmo X CANAã Campo do Vila Barbacena3ª 20/03 15:00 CANAã X Valério Campo do Canaã Ipatinga4 ª 24/03 15:00 União X CANAã Campo do União Itabirito5ª 27/03 15:00 CANAã X Progresso Campo do Canaã Ipatinga7ª 07/04 15:00 Belo Horizonte X CANAã Campo do Rei Belo Horizonte8ª 10/04 15:00 CANAã X Belo Horizonte Campo do Canaã Ipatinga10ª 21/04 15:00 Progresso X CANAã Campo do Progresso Cachoeira do Campo11ª 24/04 15:00 CANAã X União Mineirão Belo Horizonte12ª 28/04 15:00 Valério X CANAã Israel Pinheiro Itabira13ª 01/05 15:00 CANAã X Vila do Carmo Campo do Canaã Ipatinga14ª 08/05 15:00 Metaluzina X CANAã Campo Metaluzina Barão de Cocais

Tabela de jogos na primeira fase

Canaã estréia no Campeonato Mineiro no próximo final de semana Inscrições para os Jogos Escolares de

Minas Gerais começam nesta segunda

Liespe promove Copa Futsal em Ipatinga

O Canaã inicia no próximo no próximo final de semana sua caminhada no Campeona-to Mineiro da categoria júnior. Único representante do Vale do Aço, o time ipatinguense en-frenta o Metaluzina de Barão de Cocais, sábado (6), às 15h, no campo do bairro Canaã.

O Canaã está no grupo D da competição e terá como ad-

versários na primeira fase o Progresso (Ouro Preto), Meta-luzina (Barão de Cocais), Vila do Carmo (Barbacena), União (Itabirito), BH Futebol e Cul-tura e Valério (Itabira). Nesse período todos jogam contra to-dos em turno e returno.

O regulamento do estadu-al informa que os dois primei-ros colocados das chaves A, B

e C (que contam com seis equi-pes) e os três primeiros do gru-po D avançam à fase seguinte, juntado-se a outras sete equi-pes. Nesta fase, as 18 equipes serão divididas em três chaves classificando-se para o hexa-gonal final da competição os dois primeiros colocados. O Cruzeiro é o atual campeão da categoria.

CATEGORIAS DE BASE

ESPECIALIZADO

COPA 2014

Torcida pelo Tigrão e pela cidadeGovernador Aécio Neves revelou apego pelo líder do Campeonato Mineiro e que está na torcida para que

Ipatinga torne-se uma das sub-sedes para a Copa de 2014

O governador Aécio Neves deu alguns pitacos, durante sua vinda a Timóteo na sexta-feira (26), sobre a participação do Ipatinga no Campeonato Mi-neiro e a possibilidade da cida-de ser utilizada como uma das su-sedes durante a realização da Copa do Mundo de 2014 no Brasil. Quanto ao fato de o time do Vale do Aço liderar o estadual no momento, ele não se mostrou surpreso e acredi-ta que a equipe deverá dar tra-balho a Cruzeiro e Atlético na disputa pelo título.

“Não é de hoje que o Ipa-tinga vem fazendo um bom trabalho. A equipe já provou sua força em outros anos, con-seguindo o título do Campeo-nato Mineiro e chegando até mesmo, a disputar a Primeira Divisão do Campeonato Bra-sileiro”, salienta Aécio Ne-ves, prevendo a volta dos anos dourados do Ipatinga. “Sofre-mos um pouco ano passado na Série B (do Brasileiro), com a queda de rendimento do time.

Porém acredito que com or-ganização tenho um presenti-mento de que a equipe pode-rá ter um belo ano também no Brasileiro e quem sabe voltar a aspirar ao retorno a Série A”, disse.

MineirãoO governador Aécio Ne-

ves revelou que o estádio Ipa-tingão, com as reformas que estão sendo promovidas, deve ficar apto para receber jogos de Cruzeiro e Atlético no perí-odo em que o Mineirão estiver fechado. “A partir de junho, o Mineirão estará sendo fecha-do. Com isso, estamos dispos-tos a construir parcerias com a Prefeitura Municipal para a melhoria das condições do es-tádio Ipatingão. Além de um grande centro de desenvolvi-mento econômico do estado, Ipatinga virou um centro es-portivo da maior relevância. Então, o que nós pudermos fa-zer para criar condições para que o estádio seja uma alterna-

tiva para os jogos dos grandes clubes mineiros, nós iremos fazer”, comentou.

Mundial de 2014No que se refere ao fato de

Ipatinga pleitear uma das sub-sedes, ele garantiu que a ques-tão tornar-se um pouco mais subjetiva, mas que se depen-der de sua vontade, a cidade tem grandes chances de en-trar no páreo. “Naturalmente pela estrutura que tem e a pro-ximidade que tem com a capi-tal, Ipatinga é uma das possi-bilidades. Eu diria que é um dos destinos preferenciais para que algumas das seleções que vierem jogar no grupo sediado em Belo Horizonte possam fi-car concentradas, possam estar se preparando”, ressaltou.

O governador disse ainda que chegou a fazer uma con-sulta ao presidente da CBF, Ri-cardo Teixeira, dizendo que a Ipatinga está entre as três cida-des do estado em condições de atender a exigências da Fifa.

As inscrições para a edição 2010 do programa Minas Olím-pica JEMG - Jogos Escolares de Minas Gerais-, terão início nes-ta segunda-feira (1º) e irá até o próximo dia 15. O evento é pro-movido pela Secretaria de Esta-do de Esportes e da Juventude (Seej), em parceria com a Se-cretaria de Estado de Educação (SEE). As inscrições deverão ser feitas no site oficial dos jo-

gos (www.jemg.mg.gov.br).O JEMG reúne estudantes

de escolas públicas e particu-lares com idades entre 12 e 17 anos. Em 2009, os jogos ba-teram o recorde de inscrições, com 160 mil alunos-atletas de 4.206 escolas inscritos, repre-sentando 605 municípios, o equivalente a 71% das cidades mineiras. O crescimento no nú-mero de municípios e alunos-

atletas inscritos, somando as modalidades I e II, representou crescimento de 52%, passando de 532 para 806.

A Secretaria de Estado de Esportes e da Juventude (Seej) informa que as escolas interes-sadas em participarem dos Jo-gos Escolares devem preencher corretamente a pesquisa sobre a realização das etapas munici-pais.

A Liga Ipatinguense de Es-portes Especializados (Liespe) promove entre os dias 28 de mar-ço e 29 de abril, a Copa Ipatinga de Futsal, nas categorias masculi-no (acima de 18 anos) e feminino (acima de 14 anos). As inscrições

estarão abertas a partir da próxi-ma semana (8 e 19 de março), na sede da Liespe, na Rua Uberlân-dia, 252, sala 305, Centro, das 14h às 18h. O valor da inscrição é de R$ 50 por clube e R$ 10 por cada jogador. Cada equipe é obri-

gada a inscrever, no mínimo, 10 atletas. Os locais de jogos ainda serão definidos pela Liespe. Além da Copa de Futsal, a entidade também pretende organizar com-petições em outras modalidades como handebol, vôlei, xadrez.

Aécio Neves esteve em Timóteo na última sexta-feira e destacou a boa campanha do Ipatinga no estadual

Agencia Minas

Page 11: 01-03-2010 - Cópia - Cópia

Vale do Aço, segunda-feira, 1º de março de 201011 -

Motores roncam pra valer!Temporada 2010 da Copa Vale do Aço de Kart foi aberta

oficialmente neste domingo (8), com a realização da1ª etapa no Kartódromo Emerson Fittipaldi, em Ipatinga

A temporada 2010 da Copa Vale do Aço de Kart foi aberta oficialmen-te neste domingo (8), com a realiza-ção da 1ª etapa no Kartódromo Emer-son Fittipaldi, em Ipatinga. E pelo que os pilotos mostraram neste final de se-mana, a disputa pelo troféu, principal-mente nas categorias F-400 e S-400, deve ser bastante acirrada. Já na ca-tegoria Cadete, o piloto de Nova Era, Rian Pereira, tem tudo para confirmar mais um título, tamanha a superiorida-de demonstrada em relação ao único rival, que ainda busca adquirir mais experiência.

Na etapa deste domingo, o atual campeão não deu qualquer chances ao ipatinguense Luigi Batista. Nas 15 voltas, Rian mostrou todo seu arrojo e abriu uma grande distancia para Lui-gi, confirmando a vitória sem maiores problemas.

Na categoria F-400, o piloto ipa-tinguense Victor Louzada foi o gran-de nome da etapa de abertura da Copa Vale do Aço. Na primeira bateria, Louzada chegou em segundo lugar. O também ipatinguense, Marcos Vargas, o Fogo, venceu a prova, com o timo-tense Felipe Lage chegando em tercei-ro.

Na bateria seguinte, Victor Louza-da deu uma aula de pilotagem. Ele as-sumiu a liderança na metade da prova, e deixou a briga pela segunda posi-ção entre Tiago Matoso e Fernando Figueiredo. Com melhor rendimento, Fernando ficou ganhou a posição e foi com tudo para cima de Louzada, que se defendeu como pôde das investidas do rival.

A tática de fechar a porta mostrou-se acertada e Louzada acabou levando a prova, chegando assim à liderança da

primeira etapa da Copa Vale do Aço.

S-400Na categoria Super, a disputa tam-

bém foi bastante acirrada, principal-mente entre o timotense Arthur Azeve-do e o valadarense, Madson Martins. O primeiro levou a melhor e venceu a primeira bateria, com Madson chegan-do em segundo e Doulgas Ulhoa em terceiro.

Na segunda bateria, Madson Mar-tins pulou para a primeira posição na metade da prova e impôs seu rit-mo para vencer. Fazendo uma corrida consciente, Arthur Azevedo cruzou a linha de chegada em segundo lugar. A posição lhe garantiu a liderança da ca-tegoria por apenas um ponto sobre Ma-dson: 21 contra 20.

Próxima etapaA segunda etapa da Copa Vale do

Aço de Kart ocorre no dia 27 deste mês. Ao todo serão oito etapas (cinco diurnas e três noturnas), assim como ocorreu no ano passado.

Nesta temporada pela primeira vez os pilotos contam com o auxílio da cronometragem eletrônica. O equipa-mento foi utilizado pela primeira vez na Copa Integração, no final da última temporada, e foi adquirido pelo KCI (Kart Clube de Ipatinga) com a cola-boração de pilotos da região.

No decorrer da temporada, o Kar-tódromo Emerson Fittipaldi recebe ou-tras disputas importantes. Em julho acontece a prova dos 200 km de Ipatin-ga- prova de nível nacional que ocorre-rá no período da tarde e a noite. Tam-bém já está confirmado a realização de uma etapa da Copa Sudeste e do Cam-peonato Mineiro.

Resultadosdas provas

Categoria Cadete(bateria única)

1º lugar- Rian Pereira2º lugar- Luigi Batista

Categoria F-400(Formula)

1ª Bateria

1º lugar- Marcos Vargas2º lugar- Victor Louzada3º lugar- Felipe Lage4º lugar- Rafael Dutra5º lugar- Adriano Ribeiro

2ª Bateria

1º lugar- Victor Louzada2º lugar- Fernando Figueiredo3º lugar- Adriano Ribeiro4º lugar- Felipe Lage5º lugar- Rafael Dutra

Categoria s-400 (super)

1ª Bateria

1º lugar- Arthur Azevedo2º lugar- Madson Martins3º lugar- Douglas Ulhoa4º lugar- Adriano Fernandes5º lugar- Rafael Dias Júnior

2ª Bateria

1º lugar- Madson Martins2º lugar- Arthur Azevedo3º lugar- Douglas Ulhoa4º lugar- Adriano Fernandes5º lugar- Bruno Rubim

Classificação

Categoria Cadete

Rian Pereira- 11 pontosLuigi Batista- 9 pontos

Categoria F-400

Victor Louzada- 20 pontosFelipe Lage- 15 pontosAdriano Ribeiro- 14 pontosFernando Figueiredo e Rafael Dutra- 13 pontos

Categoria s-400

Arthur Azevedo 21 pts.Madson Martins 20 pts.Douglas Ulhoa 11 pts.Adriano F. e Bruno R. 10 pts.Madson Martins, na categoria S-400, e Victor Louzada, na S-400, venceram a segunda bateria na 1ª etapa da Copa Vale do Aço

KCI irá sediar etapas do Campeonato Mineiro e da Copa Sudeste

Competição Regional é dividida em três categorias: Cadete, F-400 e S-400

Assim como em 2009, Copa Vale do Aço terá oito edições

Page 12: 01-03-2010 - Cópia - Cópia

Vale do Aço, segunda-feira, 1º de março de 201012 -

KCI recebe investimentos para colher os frutos

Depois de receber da Prefeitura de Ipa-tinga em 2009 seu maior investimento em quase 30 décadas, com a instalação de um moderno conjunto de iluminação, o Kart Clube Ipatinga (KCI) retomou as atividades neste domingo (28), com a realização da pri-meira etapa da Copa Vale do Aço de Formu-la Kart.

O campeonato, que a exemplo do ano passado será disputado em oito etapas, pro-mete muita emoção, como explica o presi-dente e piloto Marciano Ceolin: “As provas do Kart Clube Ipatinga são disputadas em três categorias distintas: Cadete, para pilo-tos entre 9 e 12 anos, e as categorias mais arrojadas, a Formula 400 Standard (STD) e a Super 400. Com os critérios adotados para a Super 400, teremos em 2010 a ascen-são de cinco pilotos da Standart, aliás os cin-co melhores colocados que virão com tudo para mostrar serviço naquela que é a catego-ria mais rápida do campeonato, garantindo muito mais emoção às provas”.

Outro ponto positivo é a grande procu-ra para filiação de pilotos novatos, conforme o diretor e piloto Hélcio Muzzi: “Contamos hoje com um efetivo de 54 sócios-pilotos, sendo que boa parte deste grupo vai disputar uma corrida pela primeira vez, fato este que nos levou a instituir o troféu de melhor pilo-

to novato, que será entregue ao estreante me-lhor colocado em cada corrida do ano. Para nós é uma satisfação muito grande perceber que o Kart de Ipatinga retoma o interesse da população, que tem prestigiado sempre mais nossas corridas”.

Outra novidade para 2010 é também a cronometragem digital, cuja aparelhagem foi adquirida da empresa Crono Race de São Paulo. O equipamento, composto por 40 sensores (transponders), uma unidade de aquisição de dados e um microcomputador, é capaz de registrar com precisão de centé-simos de segundos, a volta de cada kart, du-rante toda a prova, destacando e ordenando as voltas mais rápidas e imprimindo o rela-tório final.

“Foi uma importante aquisição da dire-toria, e que sem sombra de dúvidas será um aliado importante nas competições”, destaca o diretor-secretário Kleber Leite, que tam-bém é responsável pela operação do equi-pamento. Nilson Lages, diretor de Finan-ças complementa: “Além de grande aliado às provas da Copa Vale do Aço, o sistema de cronometragem pode nos trazer retorno financeiro, uma vez que poderemos alugá-lo para uso em provas da federação mineira aqui, como a Copa Sudeste e o Campeonato Mineiro de Kart”.

Reformas no sistema de iluminação e aquisição de aparelho de cronometragem

aumentará o nível das competições regionais

Reformas promovidas no Kartodromo Emerson Fittipaldi

e aquisição de equipamentos avançados tornará o local propício

para receber grandes eventos

KCI recebe investimentos para colher os frutos