técnico de laboratório/microbiologia - .técnico de laboratório/microbiologia universidade...

Download Técnico de Laboratório/Microbiologia - .Técnico de Laboratório/Microbiologia UNIVERSIDADE FEDERAL

Post on 11-Oct-2018

216 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Inscrio Sala

    Coloque, de imediato, o seu nmero de inscrio e o nmero de sua sala nos

    retngulos abaixo.

    Concurso Pblico para Provimento de Cargo Tcnico-Administrativo em Educao

    Edital n 190/2015

    Data: 15 de novembro de 2015.

    Durao: das 9:00 s 13:00 horas.

    Tcnico de Laboratrio/Microbiologia

    UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEAR COORDENADORIA DE CONCURSOS CCV

    LEIA COM ATENO AS INSTRUES ABAIXO.

    Prezado(a) Candidato(a),

    Para assegurar a tranquilidade no ambiente de prova, bem como a eficincia da fiscalizao e a segurana no processo de avaliao, lembramos a indispensvel obedincia aos itens do Edital e aos que seguem:

    01. Deixe sobre a carteira APENAS caneta transparente e documento de identidade. Os demais pertences devem ser colocados embaixo da carteira em saco entregue para tal fim. Os celulares devem ser desligados antes de guardados. O candidato que for apanhado portando celular ser automaticamente eliminado do certame.

    02. Anote o seu nmero de inscrio e o nmero da sala, na capa deste Caderno de Questes.

    03. Antes de iniciar a resoluo das 50 (cinquenta) questes, verifique se o Caderno est completo. Qualquer reclamao de defeito no Caderno dever ser feita nos primeiros 30 (trinta) minutos aps o incio da prova.

    04. Ao receber a Folha-Resposta, confira os dados do cabealho. Havendo necessidade de correo de algum dado, chame o fiscal. No use corretivo nem rasure a Folha-Resposta.

    05. A prova tem durao de 4 (quatro) horas e o tempo mnimo de permanncia em sala de prova de 1 (uma) hora.

    06. terminantemente proibida a cpia do gabarito.

    07. A Folha-Resposta do candidato ser disponibilizada conforme subitem 10.7 do Edital.

    08. Ao terminar a prova, no esquea de assinar a Ata de Aplicao e a Folha-Resposta no campo destinado assinatura e de entregar o Caderno de Questes e a Folha-Resposta ao fiscal de sala.

    Ateno! Os dois ltimos participantes s podero deixar a sala simultaneamente e aps a assinatura da Ata de Aplicao.

    Boa prova!

  • Tcnico de Laboratrio/Microbiologia Pg. 2 de 12

    Prova de Lngua Portuguesa 10 questes

    Elas esto mais calculistas

    A participao feminina em profisses ligadas s reas das cincias exatas est aumentando. Essa transformao beneficia toda a sociedade

    01 02

    03

    04

    05 06

    07

    08 09

    10

    11 12

    13

    14

    15 16

    17

    18 19

    20

    21 22

    23

    24

    25 26

    27

    28 29

    30

    31

    32 33

    Meninos ganham jogos de montar, carrinhos e brinquedos que os levem a imaginar como explorar e moldar o mundo. Meninas ganham bonecas, panelinhas e brinquedos que as levem a

    fingir cuidar da casa. Essas foram as regras discriminatrias para presentear crianas, durante muito

    tempo. A mudana vem aos poucos. [_______] Conforme geraes de meninas criadas de forma

    mais igualitria tornam-se maioria nas escolas e chegam ao mercado de trabalho, cresce a participao das mulheres em profisses das reas de cincias exatas, principalmente nas

    engenharias. O impacto sentido na sociedade inteira.

    [...] O crescimento relevante. Torna-se importante entender como vm caindo as barreiras. Evoca-se frequentemente uma diferena biolgica de aptides. Isso no basta, porm, para explicar

    a dominao esmagadora de um dos sexos sobre o outro, em nenhuma carreira. No caso das

    cincias exatas, a baixa presena feminina, historicamente, no se devia rejeio das mulheres a essas carreiras, mas sim ao fato de que elas no podiam ingressar nelas ou no as percebiam como

    uma possibilidade, por causa da falta de modelos, diz a pesquisadora Natalia Fontoura, do Instituto de

    Pesquisa Econmica Aplicada (Ipea).

    O cenrio comeou a mudar por causa da educao recebida pelas meninas em casa. Hoje, os pais querem que elas se sintam satisfeitas e tenham prestgio profissional, seja em que rea for, e

    tratam filhos de ambos os sexos de forma mais parecida. [...] Um segundo fator que abriu as opes

    para as meninas foi a mudana no ambiente escolar. Aos poucos, as escolas passaram a mostrar mais claramente aos alunos as possibilidades profissionais a sua disposio. [...]

    O fato de as mulheres se sentirem livres e estimuladas a seguir carreiras em reas de exatas

    acarreta benefcios econmicos de longo prazo para elas mesmas, para sua famlia e para a sociedade. Os pases em que as mulheres no podem ou no querem assumir essas funes contam

    com apenas a metade da reserva de inteligncia de que a sociedade dispe. O prejuzo ou o lucro

    recaem sobre toda a populao. Capacitar as mulheres traz ganhos maiores para todos os

    cidados, afirma Ivan de Souza, da consultoria Booz. A empresa calculou em 2012 a importncia do acesso feminino a todas as carreiras. Segundo a consultoria, se 100% das mulheres entrassem no

    mercado de trabalho, o PIB do Brasil poderia crescer 9%.

    A Booz trata esse conceito sob o lema Terceiro Bilho, em referncia aos trs grandes contingentes humanos que ganham poder econmico: os chineses, os indianos e as mulheres. A

    lgica demogrfica. Conforme um pas se desenvolve, como o Brasil, sua populao cresce mais

    vagarosamente. Nessa situao, torna-se mais importante aproveitar todos os recursos humanos

    existentes da maneira mais eficiente possvel e derrubar quaisquer barreiras entre o gnero do cidado e o trabalho que ele gostaria de fazer (o mesmo vale para os homens).

    OLIVEIRA, Graziele. In: poca, 21 jan. 2013, p. 60-62. Adaptado.

    01. Os excertos O impacto sentido na sociedade inteira (linha 07) e Torna-se importante entender como vm caindo as barreiras (linha 08) contm as ideias nucleares do texto, que so justificadas,

    respectivamente:

    A) no segundo e no terceiro pargrafos. B) no segundo e no quinto pargrafos. C) no quarto e no segundo pargrafos. D) no quarto e no terceiro pargrafos. E) no quinto e no quarto pargrafos.

    Com base no texto, responda s questes 01 a 10. .

  • Tcnico de Laboratrio/Microbiologia Pg. 3 de 12

    02. Assinale a alternativa que corresponde, no texto original, ao excerto que foi substitudo pela lacuna da

    linha 04.

    A) O interesse das adolescentes brasileiras pelas exatas passou a se manifestar nos nmeros do vestibular. Em 2012, a parcela de candidatos do sexo feminino s carreiras de exatas na Universidade

    de So Paulo (USP) subiu para um tero. Em 2005, esse nmero era de um quarto.

    B) Em 2012, pela primeira vez em 50 anos de existncia da Barbie, sua fabricante, Mattel, lanou nos Estados Unidos um estojo que une a boneca e blocos de montar, para que as meninas construam e redecorem como

    quiserem uma manso de brinquedo. O lanamento reflete uma novidade mais abrangente.

    C) A profissional de estatstica Cris Crisci, diretora da Lopes Inteligncia de Mercado, diz que o ambiente familiar foi decisivo para sua formao. Na escola, ela passou a gostar de matemtica. Tive uma professora muito boa no ensino fundamental, chamada Eunice. A escolha da carreira foi uma

    consequncia natural.

    D) Mesmo com a progressiva emancipao feminina, a transformao nada tem de bvia. O avano das mulheres nessas profisses tem sido muito mais lento e incerto que a conquista da igualdade de direitos entre os sexos. Trata-se de uma questo instigante para sociedades desenvolvidas e em

    desenvolvimento, como o Brasil.

    E) As mulheres esto a caminho de se tornar a maioria entre os estudantes. Seria normal que se sentissem atradas para atuar em reas-chave para a riqueza material de uma sociedade, aquelas que

    contribuem com grande parte da produo econmica, contam com menos profissionais do que necessitam e oferecem salrios mdios mais altos.

    03. Releia os enunciados a seguir.

    I. geraes de meninas criadas de forma mais igualitria (linhas 04-05). II. vm caindo as barreiras (linha 08). III. os pais querem que elas se sintam satisfeitas e tenham prestgio profissional, seja em que rea for

    (linhas 15-16).

    A relao entre os trs enunciados, de acordo com o texto, corretamente descrita da seguinte forma:

    A) II uma generalizao de III, que equivale a I. B) I uma causa para II, que generalizado por III. C) III uma condio de I, que especificado por II. D) III se encontra em oposio a II, que causa para I. E) II uma consequncia de I, que demonstrado por III.

    04. Tomando como base o contedo do texto, assinale a alternativa que apresenta uma relao correta entre

    tese e justificativa.

    Tese Justificativa

    A) Essa transformao beneficia toda a sociedade (subttulo)

    Os pases em que as mulheres no podem

    [...] assumir essas funes contam com

    apenas a metade da reserva de inteligncia de que a sociedade dispe (linhas 22-23)

    B) O crescimento relevante (linha 08) a baixa presena feminina, historicamente, no se devia rejeio das mulheres a essas carreiras (linhas 11-12)

    C) Capacitar as mulheres traz ganhos maiores para todos os cidados (linhas

    24-25)

    A empresa calculou [...] a importncia do acesso feminino a todas as carreiras (linhas

    25-26)

    D) torna-se mais importante aproveitar todos os recursos humanos existentes (linhas

    31-32)

    as escolas passaram a mostrar mais

    claramente aos alunos as possibilidades

    profissionais a sua disposio (linhas 18-19)

    E) o mesmo vale para os homens (linha 33) Evoca-se frequentemente uma diferena biolgica de aptides (linha 09)

  • Tcnico de Laboratrio/Microbiologia Pg. 4 de 12

    05. A lgica demogrfica (linhas 29-30) de que trata o texto estabelece uma relao entre:

    A) desenvolvimento educacional, ndice de empregabilidade e e

Recommended

View more >